14/01/2022 às 09h37min - Atualizada em 14/01/2022 às 09h37min

Espetáculo os Saltimbancos marca comemoração de 10 anos do Petite Ballerine

Prefeitura de Conceição do Mato Dentro

CMD
CMD
Fotos: arquivo @petiteballerine.cmd
CMD, QUINTA-FEIRA 13.01.2022 - A sutileza dos passos, a arte no olhar e encanto do corpo em movimento dos bailarinos chama atenção e aguça a curiosidade de muitos, inclusive das crianças. No entanto, o ballet clássico é uma modalidade de dança menos acessível à população carente, sobretudo em municípios do interior. Em Conceição do Mato Dentro graças ao Petite Ballerine, que completou 10 anos em 2021 em um espetáculo mágico dos Saltimbancos, o ballet é uma arte presente.
O Petite Ballerine surgiu em 2011 junto com um sonho da conceicionense Gabi Tomaz. “Eu era uma adolescente de 15 anos quando abri a escola de dança. Antes eu falava que a dança tinha me escolhido, mas hoje eu sei que eu escolhi a dança! Tudo começou na minha infância, uma professora de dança havia se mudado para Conceição e abriu uma escola, mas após 5 anos ela foi embora e eu me vi sem a dança! Com 12 anos eu já era ajudante da professora, já dava aulinhas de ballet para crianças e quando a minha professora se mudou eu acabei me tornando a referência em dança na cidade. Foi pela procura dos pais que decidi abrir o Petite Ballerine”, recordou a jovem bailarina.
A professora de Gabi plantou a semente e ela mesma se encarregou de regar e colher os bons frutos. “Mesmo com a minha professora indo embora, não parei de dançar. Eu inicialmente ia todo final de semana para Guanhães fazer aulas e depois à Belo Horizonte. Aos poucos percebi que era isso mesmo que queria para a minha vida e fui me profissionalizar, foquei em cursos para professores”, contou Gabi.
“Fiz a prova do SATED com 18 anos (que é o sindicato dos artistas de MG) e tirei o meu DRT (que é o registro de bailarina profissional). Hoje entendo que escolhi a dança, pois tudo isso só aconteceu porque eu quis e corri muito atrás do meu sonho! E hoje formo alunas, professores e levamos o nome da nossa escola e da nossa cidade para os festivais de dança, já ganhamos diversas premiações em Minas Gerais e recentemente tivemos uma aluna aprovada no CEFART, a maior referência em dança no estado”, comemorou a responsável pelo Petite Ballerine.
A escola atende crianças a partir de 2 anos de idade e oferece aulas também ao público adulto. “Estamos há 10 anos ensinando dança com excelência e hoje graças a esse trabalho somos referência não só em Conceição como na região. Sou muito grata e feliz pelo trabalho que realizo e esse é só o começo, nós do Petite Ballerine queremos muito mais!”, finalizou Gabi.
Fotos: arquivo @petiteballerine.cmd
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://magoonews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp