04/11/2021 às 15h13min - Atualizada em 04/11/2021 às 18h00min

Rota Escolar é, novamente, criticado na Câmara de Vereadores

Atrasos dos ônibus foi pauta na reunião do Legislativo monlevadense

Notícia1
https://noticia1.com/noticia/803/rota-escolar-e-novamente-criticado-na-camara-de-vereadores.html

A reunião da Câmara de Vereadores de João Monlevade desta quarta (3) teve importantes pautas. Uma delas, e que vem sendo recorrente, é com relação ao Rota Escolar, serviço prestado pela empresa Enscon Viação. Mais uma semana se passou e a empresa é alvo de críticas pelos pais dos alunos beneficiados e até mesmo da direção de escolas.

Uma das críticas foi levada ao Plenário pelo vereador Thiago Titó (PDT). O vereador explicou que foi procurado pela direção da Escola Estadual Rúmia Maluf, que relatou que alguns ônibus do rota chegaram com atrasos. "O rota 15 chegou hoje 7h30 naquela escola. No turno vespertino, o rota 26 chegou 13h30, o rota 15 chegou às 14h, o rota 8 chegou 14h. As crianças estão fincando prejudicadas, perdendo o primeiro e talvez até segundo horário. É preciso de mais responsabilidade da Enscon", citou ele. O vereador Dr. Presunto (PDT) classificou como inaceitável a situação de crianças não terem horário certo para chegar à escola e também para chegar em casa, após as aulas.

Revetrie Teixeira (MDB), lembrou que a secretária de Educação, Maria do Sagrado Coração, notificou a empresa Enscon por duas vezes devido às falhas, mas que novos casos não param de surgir. "O Settran é conivente com a empresa", acusou ele. Já Vanderlei Miranda (PL) opinou. "Temos certeza que está tendo muita reclamação. Quem gere o rota é a Secretaria de Educação e as denúncias têm que ser feitas lá, porque quanto mais denúncias, melhores as medidas a serem adotadas", enfatizou ele.

Marquinho Dornelas (PDT) também destacou a pauta recorrente nas reuniões da Câmara de João Monlevade. "Continuamos na mesma pauta com relação ao Rota Escolar. Hoje mesmo tive notícia de uma mãe que deixou o filho no ponto de ônibus para pegar o rota, foi em casa e ao sair para trabalhar, o filho estava no mesmo lugar, ou seja, teve que esperar o rota passa atrasado e perder um dia de serviço", explicou Dornelas. Por fim, o líder do Governo, Belmar Diniz (PT), cobrou da Prefeitura a contratação de uma empresa especializada na elaboração de editais de licitação, como forma de minimizar o não cumprimento de contratos por parte das empresas. "A licitação para prestação de serviço de transporte coletivo para o próximo ano tem que vir mais rigorosa", opinou ele.



Fonte: https://noticia1.com/noticia/803/rota-escolar-e-novamente-criticado-na-camara-de-vereadores.html
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://magoonews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp