29/09/2021 às 07h13min - Atualizada em 29/09/2021 às 07h13min

5 Fatos para ler no café da manhã

CNN
CNN
 
Terça-feira, 29 de setembro de 2021

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) autuou a Prevent Senior por não informar aos pacientes que eles estavam recebendo os medicamentos do “kit Covid”, de acordo com apuração da colunista da CNN Raquel Landim. O órgão regulador já tem evidências suficientes de que isso pode ter ocorrido porque está ouvindo ativamente os pacientes tratados pela empresa, que tem dez dias para apresentar sua defesa. Procurada, a operadora de saúde confirmou o recebimento da infração e disse que vai se manifestar dentro do prazo estabelecido.
 

Prevent Senior
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) autuou a Prevent Senior por não informar aos pacientes que eles estavam recebendo os medicamentos do “kit Covid”. Se for realmente confirmada a infração, a multa prevista é de R$ 25 mil por paciente. Por se tratar de um dano coletivo, esse valor será multiplicado por um número ainda a ser definido. A ANS também investiga se a Prevent Senior coagiu os médicos a prescrever cloroquina, ivermectina e outros medicamentos do “kit Covid”, que não tem eficácia contra a doença, como afirmou a advogada Bruna Morato, representante de médicos que elaboraram um dossiê contra a operadora, em depoimento na CPI da Pandemia. Ela afirma que a empresa se uniu ao “gabinete paralelo”, que aconselhava o presidente Jair Bolsonaro nas questões relacionadas à pandemia, e intimidou profissionais para prescreverem os remédios sem comprovação científica.

CPI da Pandemia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia ouvirá, nesta quarta-feira (29), o empresário Luciano Hang, dono das lojas Havan. Ele é acusado de fazer parte do “gabinete paralelo”, grupo que assessorava o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nas questões relacionadas à pandemia. A convocação foi aprovada na quarta-feira (22) por requerimento do senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI, mesmo dia em que Hang foi citado durante o depoimento de Pedro Benedito Batista Júnior, diretor-executivo da Prevent Senior. A mãe do empresário, Regina Hang, de 82 anos, ficou internada em uma das unidades do hospital Sancta Maggiore, que pertence à operadora de saúde.

Crise de energia
Bolsas financeiras do mundo todo caem com o aumento dos sinais de que a crise de energia não é pontual e está atingindo países em um movimento global, embora aconteça por razões diferentes: a crise energética brasileira ocorre em decorrência de outra crise, a hídrica. Classificada como a pior em mais de 90 anos, a falta de chuvas, ligada às mudanças climáticas, levou os reservatórios de usinas hidrelétricas a níveis muito baixos. Enquanto isso, com a perspectiva de petróleo em alta, o mercado se dá conta de que a inflação global pode não ser transitória, como bancos centrais vêm afirmando. Ontem, o petróleo do tipo Brent, referência global, ultrapassou os US$ 80, atingindo o maior valor em três anos. A consequência desse cenário é uma perspectiva de aumento de juros antes do esperado, o que reduz a atratividade das bolsas em relação aos títulos de renda fixa, com efeitos principalmente para ações de tecnologia.

Reformas

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), respondeu ao ministro da Economia, Paulo Guedes, que pressiona para que o Senado vote rapidamente o projeto de reforma do Imposto de Renda. Pacheco disse que Guedes “fala por ele, não pelo Senado”, ao ligar o interesse em turbinar o Bolsa Família com aprovação das mudanças no IR. O presidente do Senado preferiu colocar a PEC dos Precatórios, acordada em reunião entre a cúpula do Poder Legislativo e Paulo Guedes, como prova do trabalho para tirar do papel o “Auxílio Brasil”. A PEC dos Precatórios abriria espaço fiscal no Orçamento para incrementar o benefício social. Já a reforma do IR serviria como fonte de recurso permanente, algo exigido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) ao se criar um novo gasto da União.

Saúde do coração
Os cuidados com a saúde cardíaca devem fazer parte da rotina desde o início da vida. A alimentação saudável, o controle do estresse e a atividade física moderada são medidas essenciais para a prevenção de doenças cardiovasculares. O Dia Mundial do Coração, celebrado neste 29 de setembro, faz um alerta para a atenção a um dos principais órgãos do corpo humano. O sedentarismo está associado a várias doenças que aumentam o risco de problemas cardiovasculares. A falta de atividade física, diz a Organização Mundial de Saúde (OMS), favorece o acúmulo de gordura nas paredes dos vasos sanguíneos, o que dificulta a passagem de sangue, compromete o funcionamento do órgão e pode levar ao infarto, além do risco de provocar acidente vascular cerebral (AVC) e trombose. Especialistas consultados pela CNN destacam quais exercícios podem trazer melhores benefícios para a saúde do coração


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://magoonews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp