16/03/2022 às 20h25min - Atualizada em 16/03/2022 às 22h00min

Aplicativos de cashback ajudam brasileiros com retorno de parte dos gastos do dia a dia

Protagonista no segmento, Gelt já pagou mais de R$ 3 milhões aos usuários em quase dois anos de atuação no país

SALA DA NOTÍCIA Bárbara Zelante

A inflação voltou a assolar o bolso do cidadão brasileiro, principalmente por conta do impacto da pandemia de Covid-19 na economia. No entanto, o hábito de compra da população nos últimos dois anos não diminuiu; pelo contrário, aumentou. Segundo um levantamento da Abras (Associação Brasileira de Supermercados), por exemplo, o consumo de bens não duráveis nos lares do Brasil teve um crescimento acumulado de 3,04% em 2021. Neste cenário, a Gelt tem se posicionado como protagonista, ao ajudar os consumidores com a prática do cashback, que é o retorno de parte do dinheiro gasto nas compras. 

A plataforma se destaca no segmento de programas de recompensas pelo fato de oferecer aos usuários do aplicativo a possibilidade de ganhar dinheiro vivo nas compras do dia a dia. "Mesmo com a instabilidade econômica, o e-commerce cresceu durante o isolamento social e, consequentemente, o mercado de cashback", diz o CEO da empresa no Brasil, Henrique de Mello Franco. “Com o aplicativo da Gelt, o usuário passa a ter mais autonomia para recuperar uma parcela da quantia gasta e utilizar o dinheiro da melhor forma. Ainda mais em um momento de incertezas que estamos passando, é fundamental que o consumidor possa ter a possibilidade de sacar ou transferir o dinheiro durante qualquer eventualidade, gerando uma maior tranquilidade financeira”, completa. 

A prova dos benefícios dessa prática se revela no número de 1,5 milhão de downloads do aplicativo da empresa no país. Além disso, já foram pagos quase R$ 3 milhões aos clientes, o que demonstra de forma contundente a aprovação dos mesmos com a experiência. "Temos mais de 2,6 milhões de usuários no mundo todo, com uma taxa média de 150 mil novos usuários por mês, sendo que o mercado brasileiro é responsável por boa parte dessa expansão na América Latina", afirma Henrique. "Parte desse crescimento se deve às parcerias feitas com grandes marcas de alimentos e produtos do dia a dia", finaliza. 

Portanto, para compras no varejo que estão na rotina dos brasileiros, seja em supermercados, farmácias ou petshops, receber parte dos gastos de volta é uma maneira do indivíduo poder se programar com os seus custos de vida. E, visto que o cashback é uma tendência, a sua ampliação só promete ser ainda mais útil para os consumidores.

Mercado brasileiro

A expectativa da Gelt é de faturar 18 milhões de euros em 2022, tendo o Brasil como responsável por 30% deste total. Ou seja, a previsão é de um salto de 260% até o final deste ano. Para 2021, a estimativa é crescer mais 7 milhões de euros. 

Em quase dois anos de operação no Brasil, a Gelt já possui expectativa de faturamento para 2022 é de 18 milhões de euros no mundo, tendo o Brasil como responsável por 30% deste valor. Ou seja, será um salto de 260%. Para 2023, a estimativa é crescer mais 7 milhões de euros. 

Presente também em países como México, Argentina, Espanha e Colômbia, a empresa de cashback faturou nesses locais, junto do trabalho no território brasileiro, 5 milhões de euros em 2021. O resultado reforça que o retorno do dinheiro gasto, por meio de uma plataforma digital segura e eficiente, é um direcionamento seguido por pessoas que vivem diversas realidades, em várias partes do planeta. No país, ao lado da Gelt, há outros aplicativos desse segmento inovador.  

Veja mais aplicativos

Junto da principal plataforma de cashback no varejo do Brasil, outras alternativas que podem ser encontradas para iOS e Android dentro dessa área são: PicPay, Ame Digital, Méliuz e Beblue.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://magoonews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp