07/03/2022 às 18h45min - Atualizada em 08/03/2022 às 00h00min

Consórcio ou financiamento: Qual a melhor opção para realizar o sonho da casa própria?

Cada modalidade de compra tem as suas características específicas e podem ser a solução para quem não tem o valor necessário para a aquisição

SALA DA NOTÍCIA Redação
Freepik

São Paulo, março de 2022 - Mesmo diante da pandemia, o mercado imobiliário foi um dos setores que mais cresceu, mantendo-se aquecido ao longo de 2021. De acordo com dados da Câmara Brasileira de Indústria da Construção (CBIC), as vendas de novos imóveis cresceram 12,8% em 2021, em relação ao mesmo período do ano anterior.

No entanto, o aumento da taxa básica de juros, a Selic, impulsionada pela inflação, deve impactar diretamente neste mercado, como um reflexo do cenário econômico. Mas, os imóveis continuam sendo considerados um investimento seguro e de valor, podendo gerar lucros a longo prazo. Para quem deseja adquirir um imóvel e não possui os recursos para a aquisição, alternativas como o consórcio e o financiamento podem ajudar na realização do sonho da casa própria.

Para Luís Toscano, vice-presidente de negócios da Embracon, uma das principais administradoras de consórcios do país, antes de optar por uma das modalidades, é fundamental entender as características de cada uma delas, para saber qual a ideal, de acordo com o perfil e com o desejo do consumidor.

Podemos dizer que o consórcio é uma espécie de autofinanciamento. O consorciado pode determinar o valor do bem e a quantidade de mensalidade que deseja pagar, de acordo com as alternativas oferecidas pela administradora responsável por fazer a gestão do grupo de pessoas participantes e dos recursos. Neste modelo, a contemplação pode acontecer de duas formas: por meio de sorteios onde todos do grupo têm as mesmas chances, ou por meio de uma oferta de lance, que é um valor a mais que cada consorciado pode oferecer. Após ser contemplado, o consorciado passa por uma análise de crédito e, se for aprovado, pode utilizar a carta de compra para negociar um imóvel com o proprietário ou com a imobiliária.

De acordo com dados divulgados pela Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC), o setor de consórcios apresentou recorde de vendas em 2021 e registrou quase 3,5 milhões de adesões, representando um crescimento de 14,6% em relação a 2020. Somente no segmento de imóveis foram vendidas mais de 490 mil novas cotas, no ano passado.

Já para conseguir o financiamento, é preciso passar por uma análise de crédito conforme o perfil do cliente. A partir daí os bancos disponibilizam o crédito para que a pessoa realize a compra por meio de parcelas e o valor da entrada. O valor do financiamento, taxas e período para quitar a dívida são determinados pelo banco e variam de acordo com a negociação feita com a instituição bancária. Essa modalidade permite que a pessoa adquira o imóvel assim que o contrato é assinado.

De acordo com dados da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), o financiamento imobiliário no Brasil chegou a R$ 255 bilhões em 2021, um recorde na série histórica registrada pela organização.

Para Toscano, o valor da entrada, a taxa de juros e o prazo para adquirir o imóvel são os grandes diferenciais de cada modalidade de compra. “Um dos grandes diferenciais do consórcio é que não é necessário fazer um grande investimento. O cliente precisa apenas arcar com o pagamento mensal das parcelas. Além disso, o consorciado não precisa se preocupar com o juros, ele só precisa pagar pela taxa de administração e pelo fundo reserva, um ponto muito vantajoso considerando a inflação e o cenário econômico atual. No entanto, a aquisição não é imediata como no financiamento. Para ser contemplado mais rápido é preciso ter um valor para fazer o lance ou contar com a sorte”, explica o executivo.

 

Sobre a Embracon

Há mais de 30 anos no mercado de consórcios, a Embracon é uma das maiores e mais conceituadas empresas especializadas em consórcio de automóveis, motos, imóveis e serviços, e já entregou mais de meio milhão de bens. A filosofia de trabalho se baseia em conhecer e atender às necessidades dos clientes que encontram na instituição solidez, credibilidade, inovação e uma vasta gama de produtos. Atualmente, a empresa possui mais de 160 mil clientes ativos, mais de 400 parceiros em território nacional, cerca de 100 filiais no país e 2,9 mil funcionários. A Embracon é autorizada e fiscalizada pelo Banco Central do Brasil e associada à ABAC (Associação Brasileira das Administradoras de Consórcios).


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://magoonews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp