18/01/2022 às 19h31min - Atualizada em 18/01/2022 às 19h31min

Prefeitura de Itabira prepara núcleo de informática para professores e estudantes

Núcleo Tecnológico de Educação Municipal vai auxiliar professores nos processos de ensino, além de promover capacitação de profissionais e equipes da rede pública

Coordenadoria de Comunicação Social PMI
Coordenadoria de Comunicação Social PMI
PMI

A Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Educação, prepara o lançamento de um núcleo de informática para atender professores e estudantes da rede pública de ensino. O Núcleo Tecnológico de Educação Municipal (NTEM) vai auxiliar profissionais nos processos de ensino, além de proporcionar um ambiente de capacitação e inclusão.

O projeto será operado pelos próprios professores de informática da rede municipal. Eles darão suporte e auxílio técnico aos demais profissionais, que terão um espaço para planejamento, capacitação e avaliações. O núcleo também será um ponto de apoio para o processo de informatização das escolas da rede pública e, em um segundo momento, também poderá atender aos alunos.

“É um grande avanço para a educação municipal, porque a SME adquire um espaço próprio, tecnológico, ligado ao Departamento Pedagógico. Hoje, a Secretaria conta com espaços dos laboratórios de Informática da Funcesi ou do Uaitec, que são grandes parceiros. É um ganho de autonomia e envolvimento para todos os profissionais, que vão saber a quem recorrer. E, logicamente, isso influencia a população inteira, com uma educação mais moderna”, avalia a secretária municipal de Educação, Luziene Lage.

Os equipamentos para o NTEM já foram adquiridos no ano passado e a SME aguarda a entrega dos computadores pela empresa vencedora da licitação. Também já está em negociação o imóvel para o funcionamento do núcleo, no bairro Pará.  O local foi escolhido pela estrutura e por ser de fácil acesso, em um bairro central do município.

Ainda de acordo com a secretária Luziene Lage, o NTEM insere a inovação na rede municipal. Todo o projeto está em consonância com o Programa Nacional de Formação Continuada em Tecnologia Educacional (ProInfo Integrado), do Ministério da Educação. A titular da pasta de Educação destaca que o novo equipamento público vai buscar respostas para os desafios presentes na dinâmica dos processos escolares, sobretudo neste momento de pandemia. 

“Vai propiciar aos alunos uma nova forma de aprender, integrando as diferentes mídias no espaço escolar. Hoje a rede municipal realiza esse trabalho, mas o mesmo precisa acontecer de forma integrada e melhor estruturada, observa Luziene.

Uma nova Educação

Para o prefeito Marco Antônio Lage, o NTEM é um avanço dentro do projeto de modernização da Educação em Itabira. O chefe do Executivo destaca que a atual gestão tem o compromisso de elevar a nota do município no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), e que a informatização da rede pública é parte importante neste processo.

“Se queremos alcançar resultados diferentes, temos que adotar ações diferentes. A Educação de Itabira tem que avançar em tecnologia e informatização. Em um mundo tão instantâneo como é o de hoje, não há outro caminho. Com um núcleo próprio do município os nossos profissionais estarão mais bem amparados e o ensino tende a melhorar. E professores preparados significa alunos com melhores resultados. Um ciclo que será reforçado com esta iniciativa importante da Secretaria Municipal de Educação”, avalia o prefeito.

Transparência

A aquisição do imóvel onde funcionará o Núcleo Tecnológico de Educação Municipal está em processo de desapropriação. O decreto que declara o prédio como utilidade pública foi publicado no fim do ano passado. O imóvel passou por avaliação da Comissão Avaliadora da Prefeitura, que estipulou o preço em R$ 865,4 mil. Agora, o processo segue para a esfera judicial, onde caberá ao juiz solicitar que um oficial faça nova avaliação para a consumação da desapropriação.

Além do imóvel no bairro Pará, a Secretaria Municipal de Educação também está em processo de desapropriação de imóveis nos bairros Major Lage, para um anexo da Escola Municipal Américo Gianneti; um no Centro, para funcionamento do Centro Municipal de Apoio Educacional (Cemae); e outro na rua Dona Eleonora, para funcionamento do [email protected]

por Coordenadoria de Comunicação Social


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://magoonews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp