Magoo News Publicidade 1200x90
21/05/2024 às 17h48min - Atualizada em 21/05/2024 às 17h48min

Música, debate e cultura: Festival Fala Quilombo reúne diversas comunidades tradicionais em Itabira

O evento conta com a importante parceria da Prefeitura Municipal de Itabira, através das Secretarias de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Educação, Esporte e Lazer e Governo, por meio da Diretoria de Promoção da Igualdade Racial

ASCOM

Com o tema “Renda e educação para uma verdadeira abolição”,  o Festival Fala Quilombo 2024 será realizado entre os dias 24 e 26 de maio em diferentes pontos da cidade de Itabira e contará com uma programação diversa e gratuita. Com formações voltadas às áreas de educação e geração de renda para pessoas negras, periféricas, quilombolas e indígenas, o encontro terá palestras, oficinas, mesas redondas acerca do protagonismo afrobrasileiro. O evento conta com a importante parceria da Prefeitura Municipal de Itabira, através das Secretarias de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Educação, Esporte e Lazer e Governo, por meio da Diretoria de Promoção da Igualdade Racial.

Desde 2021, o Festival Fala Quilombo  caracteriza-se como o principal encontro de comunidades quilombolas do estado de Minas Gerais. Trata-se de um momento de suma importância para as comunidades tradicionais e para  Itabira em geral, a partir de trocas de experiências e a valorização de manifestações afro mineiras. Este ano, o festival amplia o seu público-alvo e sua área de atuação para bairros periféricos e para escolas da rede municipal de ensino, potencializando as ações, discussões e confluências que afetam as pessoas negras e indígenas em nossa região.

HQ

Na oportunidade do evento, no dia 25/05, às 19h, na Praça do Centenário, será lançada a primeira edição do Gibi Fala Quilombo, que celebra a cultura viva dos povos afrodescendentes. Uma narrativa cheia de aprendizados, descobertas, reflexões e ensinamentos que tem como pano de fundo a história da nossa cidade. 

O Gibi conta com ilustrações do cientista social, desenhista e escritor Ed Souza; foi escrito por pesquisadoras, mestres e doutoras em diversas áreas do conhecimento e que se encontram no estudo da temática étnico-racial: a cientista política Grécia Mara, a cientista social e antropóloga Lidyane Souza e a historiadora Vanessa Faria. 

O projeto tem a coordenação do professor pós-doutor João Lucas da Silva, que também é um dos coordenadores do projeto de Pesquisa e Extensão OCDOCE/Unifei,  Campus Itabira.

Importante dizer que o Gibi Fala Quilombo será utilizado pela Secretaria Municipal de Educação como recurso didático nas escolas municipais de Itabira e também nos projetos sociais da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer.

PASSAGENS GRATUITAS

Para garantir a participação do público-alvo do festival, a organização disponibilizará tickets para transporte coletivo gratuito no final de semana do evento em todas as linhas. As passagens poderão ser retiradas na Casa da Cidadania, na Praça Redonda, Centro, entre os dias 21 e 24 de Maio em horário comercial.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA:

Troca de Saberes 

25/05/24 - UNIFEI - Campus Itabira

07h – Cadastramento dos participantes

08:30 - Apresentação cultural

09:00 – Mesa de abertura e boas vindas 

9:30 – Mesa Política “Luta por Titulação de Territórios Tradicionais” – Mediação: Josi

11:30 – Abertura para o debate

9:30 - 12:00 - Oficinas para crianças e juventude

  • Abayomi: aprendendo e construindo nossa história

  • Vivência de Capoeira

  • O lugar onde vivo: Pertencimento, valorização e resgate cultural. Construção de políticas e poéticas por meio de zines.

  • Rap: detalhes que enriquecem o enredo

  • Ciranda das crianças

13:30 - 16:00 - Oficinas temáticas (salas)

  • Terapias naturais: saberes ancestrais que curam

  • Ingresso à universidade

  • Instrumentos de gestão territorial e ambiental

  • Economia Quilombola: projeto para criação de rede de produção e comercialização das comunidades quilombolas da Bacia do Rio Doce 

  • Engenharia Quilombista:  Montando painéis elétricos aplicados à agricultura familiar.

  • Tranças Nagô

  • Ciranda das crianças

16:00 - 16:30 – Apresentações culturais

16:30-17:30: Apresentação de reivindicações e compromissos consensuados em plenária

  •  

Exposição: Fala Quilombo: Uma palavra que tem história

Curadoria de Vanessa Faria

Local: Museu Histórico de Itabira (Praça do Centenário, 116, Centro) 

Data: 25/05 a 22/06

A abertura será no dia 25/05, às 19h, durante o Festival Fala Quilombo.

A exposição apresenta o pensamento de importantes pesquisadores e ativistas negros; conta com objetos variados vindos de diversas comunidades e que nos mostram um pouco sobre o fazer e o viver cotidiano dentro desses territórios ancestrais; fala de valores e conceitos importantes para a tradição e culturas negras afrodiaspóricas; apresenta, de forma lúdica através de jogos interativos, personagens e acontecimentos históricos que nos ensinam sobre a luta por liberdade e por direitos ao longo dos séculos e que nos inspiram a seguir em frente; possibilita a visita virtual aos dois quilombos certificados de Itabira e convida a uma reflexão e ressignificação do 13 de maio - Dia da Abolição da Escravatura no Brasil - e da luta por liberdade e por direitos da população negra em nosso país. 

Apresentações Artísticas

24/05/24 - A partir das 19h na Praça do Centenário

  • Negro Sou- Espetáculo inspirado nos textos de Frei Betto, Carlos Drummond de Andrade e Victoria de Santa Cruz.

Atores: Rafael de Sá e Warley Ferreira 

Classificação Etária: Livre

Através de uma narrativa que atravessa os tempos, "Negro Sou" desvenda os contextos históricos da escravidão no Brasil e a trajetória resiliente do povo negro. Destacando figuras emblemáticas que desafiaram o sistema escravista e o estado de opressão, o espetáculo aborda temas cruciais como o preconceito, a religiosidade e os saberes ancestrais do povo preto. Com base nos textos poéticos e provocativos dos renomados autores, esta montagem teatral destaca a importância vital da comunidade negra na construção da identidade e história deste país. "Negro Sou" é uma celebração da resistência, da cultura e da contribuição inestimável do povo negro para a sociedade brasileira.

  • Hip Hop Old School

Encontro de rappers “das antigas” com representantes da nova geração da cidade de Itabira: Willian Maranata, Mc Keiron, Márfia NVS, Tiago Luiz e convidados.

25/05/24 - A partir das 19h na Praça do Centenário

  • Zilvan Lima, Nath Rodrigues - Show Solo e  Maurício Tizumba e Tambor Mineiro

26/05/24 - Praça do Centenário

8h - Cortejo saindo do Paredão da Tiradentes em direção à Igreja de Nossa Senhora do Rosário e Celebração Inter-religiosa com as guardas

  • Guarda de marujos Nossa Senhora do Rosário - bairro Água Fresca

  • Guarda de marujos Nossa Senhora Do Rosário - Serra dos Alves

  • Guarda de marujos Nossa Senhora do Rosário - bairro Vila Paciência

10h - Apresentação Grupos Culturais

  • Caboclinhos do Mato - Quilombo de Águas Claras, Virgolândia

  • Mães da Terra - Quilombo São Félix, Cantagalo

  • Bumba Meu Boi - Quilombo do Moinho Velho, Senhora do Porto

  • Grupo Misto de Marujada e Dança Tradicional das Mulheres, Quilombo Purificação, Peçanha

  • Grupo de Dança e Canto Tradicional da Aldeia Marueira, Guanhães

  • Batuque do Barro Preto, Santa Maria de Itabira

  • História e Canto do Fogo Borum-Kren, Santo Antônio do Leite, Ouro Preto

  • Filhos da Patrocínia, Moinho Velho, Senhora do Porto

  • As Dandaras, Quilombo Fazenda Esperança, Belo Oriente

11h30 - Roda de Capoeira  

A partir das 13h- Banda Mãe África, Sérgio Pererê e banda e Aninha Felipe e banda

Espaço de Cura 

O Espaço de Cura será um cantinho reservado no jardim da CASA DE DRUMMOND ao cuidado pessoal através de benzimentos, terapias holísticas a partir de saberes tradicionais quilombolas, terapias com plantas medicinais, massagens e atendimento médico com médico prescritores de cannabis da ACOLHAM (Associação Comunitária Liamba Agroecológica da Mata) Agroecologia e Cannabis Medicinal - Viçosa - MG. Lá funcionará durante os dias da programação.

Feira

A Feira é um espaço de trocas entre as comunidades com a venda dos produtos que são produzidos nos próprios territórios. Os produtos serão expostos durante os dias da programação, na Praça do Centenário.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://magoonews.com.br/.
Magoo News Publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp