Magoo News Publicidade 1200x90
02/02/2024 às 16h50min - Atualizada em 02/02/2024 às 16h50min

Lodo da ETE Laboreaux vira insumo agrícola em ação inédita no estado de Minas Gerais

Seu uso visa a melhoria da qualidade do solo e o aumento da produtividade das áreas.

Comunicação SAAE

Itabira está trilhando um caminho inovador e mostrando que é possível transformar desafios ambientais em soluções sustentáveis. Uma parceria entre o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira, Secretaria Municipal de Agricultura e Centro de Referência em Estações Sustentáveis de Tratamento de Esgoto (CR ETES) está transformando o lodo gerado na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Laboreaux em biossólido, um insumo agrícola, rico em matéria orgânica e nutrientes.

 

O projeto piloto, intitulado “Biossólido Itabira”, foi oficialmente lançado na quarta(31), na Fazenda São Lourenço, onde funciona a unidade de beneficiamento de lodo. O evento contou com a participação de representantes da Interassociação, Unifei, Emater e do Sindicato dos Produtores Rurais. 

 

O prefeito Marco Antônio Lage destacou os múltiplos benefícios do projeto Biossólido Itabira e sua importância para a agricultura como um dos pilares da diversificação econômica do município. “O que este projeto traz é uma inovação necessária. O que me deixa muito feliz porque faz parte das nossas premissas e planejamento de que Itabira seja uma cidade eficiente do ponto de vista de gestão pública, mas também uma cidade inovadora”, ponderou o chefe do Executivo. 

 

O insumo poderá ser aplicado em pastagens, áreas degradadas e culturas agrícolas específicas com segurança sanitária e ambiental. Seu uso visa a melhoria da qualidade do solo e o aumento da produtividade das áreas. 

 

O secretário de Agricultura e Abastecimento de Itabira, Rupert Barros de Freitas, ressaltou que o biossólido é uma tecnologia funcional e aplicável. Ele lembrou que a aplicação no solo será feita de acordo com a necessidade de cada planta e a quantidade do material que vai ser disponibilizada para que ela possa crescer e desenvolver.

 

A proposta de transformação do lodo da ETE Laboreaux em biossólido para aplicação em solos é uma proposta inovadora no estado de Minas Gerais. Até onde se tem conhecimento, não há outro prestador de serviços de saneamento no estado que já tenha executado projeto similar ao "Biossólido Itabira", principalmente levando em consideração os seguintes pontos: a regulamentação via Conama; a aplicação do processo de estabilização alcalina; e a etapa de aplicação no solo. No entanto, a temática de aproveitamento de lodo em solos tem sido recorrentemente discutida e estudada por outros atores no estado.

 

“O papel do CR ETEs, enquanto empresa de base tecnológica, é trazer o conhecimento técnico científico para garantir a segurança ambiental para aplicação do produto no solo”, explicou Lucas Vassalle, sócio-diretor do CR ETES.

 

Há cerca de 15 anos a ETE Laboreuax trata o esgoto do município de Itabira e desempenha um importante papel ambiental na nossa região. Mensalmente, até 120 toneladas de lodo desidratado são removidas da ETE Laboureaux e enviadas para o aterro sanitário. 

 

“Pensando na vida útil do aterro e em soluções sustentáveis para o gerenciamento de resíduos do município foi desenvolvido o projeto biossólido. Consideramos este projeto um marco histórico no saneamento de Itabira”, pontuou a gerente de Produção do Saae de Itabira, Mayara Gonçalves Divino.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://magoonews.com.br/.
Magoo News Publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp