Magoo News Publicidade 1200x90
25/10/2021 às 07h18min - Atualizada em 25/10/2021 às 07h18min

Desabamento de prédio deixa um morto e três feridos em Nilópolis

Três feridos foram encaminhados para o Hospital Geral de Nova Iguaçu, e dois tiveram alta no mesmo dia. Mulher de 62 anos permanece em estado grave

Stéfano SallesIsabelle SalemeJulyanne JucáFernanda Pinottida CNN
https://www.cnnbrasil.com.br
Antiga estrutura de prédio em Nilópolis que desabou neste domingo (24) / Reprodução/Google Street View

Um desabamento de um prédio residencial de três andares em Nilópolis, na Baixada Fluminense (RJ), deixou um homem de 26 anos morto e três feridos na manhã deste domingo (24).

Os feridos foram levados para o Hospital Geral de Nova Iguaçu. O homem que morreu foi identificado como Gustavo Loureiro Amorim.

Segundo nota da Prefeitura de Nilópolis, Giovana Amorim, de 19 anos, e Jorge Brandão, de 54 anos, passaram por exames de checagem e tiveram alta na tarde deste domingo.

Já Nirceia Souza, de 62 anos, estava em estado grave e sofreu traumas na cabeça, tórax e abdômen. Ela fez tomografia e segue em avaliação pela equipe médica.

Vereador Quinzé, de Duque de Caxias, é morto a tiros na Baixada Fluminense Baixada Fluminense registrou 12 chacinas em 2021: média de duas a cada mês Após 80 anos, exemplar de onça-parda volta a ser visto no Rio de Janeiro

Os bombeiros foram acionados às 6h45 deste domingo para atender o acidente e permaneceram no local para finalizar as buscas. Cães farejadores foram acionados para verificar se mais alguma vítima estava sob os escombros, e a perícia da Polícia Civil também esteve no local.

Segundo o secretário de Estado de Defesa Civil e Comandante Geral dos Bombeiros, coronel Leandro Monteiro, tanto os vizinhos quanto as vítimas afirmaram que havia 4 pessoas e 1 cachorro na casa.

Ainda não se sabe a causa do desabamento. O prédio ficava na esquina entre a Estrada Nilo Peçanha e a Rua Coronel José Muniz, no bairro de Olinda, em Nilópolis. “A Defesa Civil do estado vai fazer uma perícia e um estudo para afirmar o que aconteceu efetivamente”, acrescentou o coronel Monteiro.

Segundo o secretário de obras de Nilópolis, Flávio Vergueiro, a construção era regular

 

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://magoonews.com.br/.
Magoo News Publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp