Magoo News Publicidade 1200x90
19/10/2021 às 17h46min - Atualizada em 19/10/2021 às 17h46min

Continua a vacinação antirrábica até sexta feira 22/10

PMI
PMI

A vacinação antirrábica acontece anualmente e é obrigatória. Devem ser vacinados cães e gatos a partir dos três meses de idade, que não estejam doentes. As fêmeas prenhas ou lactantes também devem ser imunizadas. Para garantir a segurança e facilitar o trabalho das equipes de saúde, cães de grande porte ou agressivos precisam estar com focinheira e acompanhados por um adulto.

Já os gatos têm que ser levados em um saco de linhagem ou em caixa de transporte. Como nos anos anteriores, não será permitido levar a vacina para casa. A estimativa da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), responsável pela ação no município, é de que este ano sejam vacinados 16.159 animais (4.379 na região rural e 11.780 na área urbana).

 

A raiva é uma doença que não está erradicada e quando acomete o animal ou o homem tem uma probabilidade de 99,9% de óbito”, afirmou a superintendente de Vigilância em Saúde, Natália Franco Barbosa de Andrade.
 

Entenda a raiva animal
 

Cães, gatos e morcegos são os principais transmissores da raiva, que compromete o sistema nervoso do homem quando contaminado. A zoonose é infecciosa viral incurável e afeta, especialmente, os animais mamíferos. Propaga-se principalmente em contato com a saliva, mordedura, lambida de feridas abertas, mucosas e arranhões de animais infectados. A doença tem alto grau de letalidade: mesmo quando tratada, a chance de óbito é de quase 100%.

Como proceder caso seja atacado por um animal, mesmo se for vacinado contra a raiva

- Lavar imediatamente o ferimento com água e sabão;

- procurar com urgência o serviço de saúde;

- deixar o animal em observação durante dez dias para que possa identificar qualquer sinal indicativo da raiva e procurar a ajuda de um veterinário;

- continuar oferecendo água e alimentação ao animal e deixá-lo em local seguro e adequado para que não fuja ou ataque outras pessoas e animais;

- caso o animal adoeça, morra, desapareça ou mude de comportamento, é necessário procurar imediatamente os serviços de saúde;

- não interromper jamais a vacina antirrábica humana sem ordem médica.

 

por Coordenadoria de Comunicação Social


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://magoonews.com.br/.
Magoo News Publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp